por myselfoutforme

Eu sempre sinto uma necessidade imensa de escrever, de pôr para fora todas aquelas coisas que eu sinto. Eu tenho tantas coisas na cabeça, escrevo tantos textos nas paredes de meu cérebro e quando finalmente estou munida de papel e caneta todas as palavras dissipam-se, dissolvem-se ao passo que eu permaneço estática, pensando no que escrever, tentando me lembrar com detalhes daquele pensamento que fugiu de mim. Este texto mesmo não estava projetado a sair desta forma e com estas palavras. Enquanto eu desesperadamente corria as páginas do caderno procurando uma folha em branco, eu pensava na escrita, forçando-me a não esquecer de cada detalhe e eis que, quando chego, encontro-me apenas na companhia de minha mente vazia. É como uma competição constante entre meu pensamento e eu. Ele corre em minha mente e se joga no precipício do esquecimento enquanto eu fico aqui apenas tentando encontrá-lo em minhas lembranças. (Larissa Xavier)

Anúncios