por myselfoutforme

Eu quero te levantar bem alto pra te arrancar dessa dor, te salvar dessa destruição. Mas não é isso o que você quer, não é? Você nem ao menos cogita a possibilidade de ser salvo e esse é o mais difícil de entender.
Não entendo esse vício que algumas pessoas têm em sofrimento. Parece que adoram sentir uma dorzinha latejando no coração ou uma ferida sangrando… E quanto mais sangra, mais enfiam uma faca, deixando as marcas muito mais profundas do que deveriam ser. E isso pra quê? Pra depois colorir e dizer que é tatuagem de um ex-amor? Pra dizer que te fizeram sofrer? Não. Não porque essa tortura é você quem está provocando.
Não entendo essa insistência em querer correr atrás de quem já deixou tão transparente que não quer, já provou e comprovou o “não” que deu.
E você se ilude, esse é o pior. Arruma mil desculpas pra dizer que esse sumiço não foi por vontade própria. E se acostuma com a dor, com tudo que não te faz feliz, continua aí na inércia, sujo no próprio vômito. E covardia não é uma variação de amor.

Não gosto de te ver assim. Não gosto de não ser um motivo plausível que te ressuscite, que te faça querer voltar à vida e seguir em frente porque, será que você se lembra? Um dia eu fui…
Quer dizer, talvez eu tenha sido. Ou será que eu também errei em acreditar nas suas palavras? (Larissa Xavier)

Anúncios